terça-feira, 18 de setembro de 2012

Metacreativity

Outro dia eu estava conversando com alguns colegas e pela milésima vez tive que dizer que minha tatuagem não era um capricórnio ou um unicórnio (apesar dela parecer muito com este ultimo)

É um cavalo armado, chucro e, literalmente, partindo pro ataque.
"De onde você tirou o desenho?"
"De um livro." O papo acaba ali. Mas a história não.

Correndo o risco de não ser mais original (pois nunca vi ninguém com essa tatuagem e nem imagens na net dela) eu tirei essa imagem de um livro de RPG. Doida é o que vocês vão me chamar, mas antes, permitam-me contar o contexto...

RPG, como muitos conhecem, é nada mais nada menos que um jogo de interpretação. Escolha os sistemas, o cenário e a aventura...  De onde partiu o desenho em questão? Do mundo de D&D - Dungeons & Dragons, um RPG de fantasia medieval com cavaleiros, magos, anões e elfos. Enveredando para um encarte pouco "permitido", os psiônicos, seres capazes de distorcer o mundo com suas mentes (para quem me conhece, consegue ver um padrão? rsrsrs)  Descendo mais um pouco: Essa imagem abria a parte de um poder chamado Metacreativity.
Que é essa joça? Pra resumir, quem tem isso é capaz de CRIAR coisas do nada. Eles FAZEM acontecer coisas baseada em sua inteligência e vontade. Claro que qdo conheci isso me impressionou de verdade. Já pensou? ter o poder de mudar as coisas e criar coisas a partir do seu nível elementar, de modo que tomem forma, força, vida?
Com o tempo o contexto e a imagem ficou. Eu SEMPRE quis fazer a tal tatuagem. Por que? "é uma longa história." eu dizia pra resumir.

No fim do ano passado com tudo que aconteceu na minha vida eu queria força pra mudar. Mas não qualquer força. Eu queria a força pra mudar a nível elementar, atômico, com consequências bombásticas. Pra ser devastador pra mudar tudo mesmo e não sobrar nada do que era antigo.

Fiz a tatuagem pra lembrar a mim mesma que eu o possuo esse "poder especial". Só preciso ter a coragem de usá-lo.
Postar um comentário